Cuidado com as mamas

Tempo de leitura: 4 minutos

Leite materno, ainda não inventaram nada melhor para o seu bebê. Isso significa que até os 6 meses de idade a criança não precisa de nenhum outro alimento (chá, suco ou água). O leite materno também funciona como uma verdadeira vacina, protegendo a criança de diversas doenças.

mama 01Além disso, é limpo, está sempre quentinho e não custa nada! Sem falar no importante contato entre mãe e a criança. Quanto mais tempo seu bebê mamar no peito, melhor para ele e para você.

Nos primeiros dias o bebê não tem um horário fixo para mamar. Só lembre que na hora da mamada duas coisas são fundamentais: a higiene e o bem-estar.

Algumas atitudes ajudam a proteger a saúde do seu bebê na hora de amamentar:

1-Lave as mãos com água e sabão.

2-Sente-se em um lugar confortável, com apoio para as costas e os pés.

3-Limpe o bico e a aréola( parte mais escura da mama) com o próprio leite.

4-Acomode bem o bebê, encostando a barriga dele na sua. A nuca da criança deve ficar apoiada na dobra do seu cotovelo.

5- A pega correta do bebê no mamilo da mãe evita desconforto e problemas no bico.

6-Antes da mamada, massageie a aréola e tire um pouco de leite. Vai ficar mais fácil para a criança abocanhar parte da aréola e não somente o bico. Assim o bebê vai mamar melhor.

7-Ofereça uma mama em cada mamada e deixe o bebê sugar até que solte espontaneamente, assim ele aproveitará o leite do final da mamada que tem mais gordura e proteínas do que o leite do começo.

8-Se o bebê já parou de sugar e não soltar a mama, coloque o dedo mínimo no canto da boca do bebê, entre as gengivas para que solte o mamilo sem machucá-lo.

9-Alguns bebês podem querer mamar mais depois de esgotarem uma mama. Neste caso pode-se oferecer a outra mama. Na próxima mamada começar pela mama oferecida por último.

Dificuldades comuns no período da amamentação:

Pouco Leite: Em primeiro lugar, saiba que esta é uma situação passageira.

Tome mais líquidos (1 copo a cada mamada).mama

Coloque o bebê para mamar com mais freqüência, pois ao sugar ele estimula a produção de leite.

Procure ficar tranquila e faça repouso sempre que possível.

Rachaduras no bico do seio:

*Passe o próprio leite nos mamilos e, em seguida exponha-os ao sol por uns cinco minutos, antes das 10 horas e após as 16 horas.

*Observe se a pega do bebê está correta, se ele abre bem a boca e abocanha o mamilo e a aréola juntos.

*Se houver muita dor, vermelhidão ou pus, procure um serviço de saúde.

* As escoriações dos mamilos são tratadas com pomadas cicatrizantes de lanolina pura e o uso das conchas de amamentação de base flexível.

*Não é aconselhável o uso de absorvente para os seios, pois proliferam bactérias e causam fungos nos mamilos ocasionando coceira e dor.

*Deixe os seios livres de sutiãs por várias horas todos os dias.

Leite Empedrado

Para resolver este problema é fundamental esgotar os seios, por isso não deixe de amamentar.

Não estabeleça horários fixos para as mamadas.

Lembre de tirar um pouco de leite antes do bebê mamar, facilitando a pega do bebê.

Não tome banhos quentes demorados, a água quente ajuda a aumentar a produção de leite.

Para sustentar melhor os seios, use sutiã confortável, com alças largas e bem ajustadas.

Se o seio continuar empedrado ou muito cheio após a mamada, esvazie a mama através da auto-ordenha.


Hiperestesia
 da mama

É dor exagerada quando a criança suga, de modo que não é possível continuar a amamentar. Neste caso usam-se, o intermediário de bico, e nos intervalos, compressas geladas.

Anomalia dos seios

Alterações anatômicas nos mamilos como: pequenos, grandes, bipartidos, de bico retraído e  ausência de bico. images (30)Nesses casos recomenda-se a realização de massagens para estimular a protrusão dos mamilos e os sugadores (equipamentos que estimulam a musculatura a protruir) são recursos usados para controlar a dificuldade e promover o amamentação.

Todo leite materno é forte e bom. E se o bebê mamar com freqüência, o leite também não seca. Pelo contrário, a amamentação estimula a mãe a produzir mais leite.

Sobre Flávia Rohan

Consultora em Amamentação, Fonoaudióloga, Psicomotricista, Pós-graduada em Motricidade Oral e Audiologia Clínica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *