Dicas

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Dicas para as grávidas

Receita para uma gravidez saudável. Agora pense um pouco em como está a sua alimentação?

Durante a gestação procure ter uma alimentação saudável e diversificada, rica em vitaminas, proteínas, carboidratos integrais, ferro e cálcio. Isso é importante para o seu bem-estar e para formação e o crescimento adequado do bebê.

Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia, evitando ficar mais de três horas sem comer. Entre as refeições beba muita água. Evite comer doce como sobremesa.

Dê preferência aos alimentos em sua forma mais natural. As farinhas integrais, além de serem fontes de carboidratos, são boas fontes de fibras, vitaminas e minerais.

Arroz com feijão faz muito bem para a saúde. É um prato brasileiro, com uma combinação , com uma combinação equilibrada de nutrientes.

É importante incluir na alimentação leite e derivados, e uma porção de carne, peixe ou ovos. Retire a pele e a gordura da carne antes da preparação, tornando este alimento mais saudável!

Diminua o consumo de gorduras; consuma, no máximo, uma colher (sopa) de óleos vegetais ou azeite ou 1/2 colher (sopa) de manteiga ou margarina por dia. Fique atenta aos rótulos dos alimentos e prefira aqueles livres de gorduras trans.

Coma todos os dias legumes, verduras e frutas da época.

Evite refrigerantes e sucos industrializados, chocolates, doces, biscoitos recheados e outras guloseimas em seu dia a dia.

Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Faça o mesmo com o açúcar.

Para evitar a anemia (falta de ferro no sangue), consuma diariamente alimentos ricos em ferro, como carnes, miúdos, feijão, lentilha, grãos-de-bico, soja, folhas verde-escuras, grãos integrais, castanhas e outros. Consuma junto com esses alimentos fontes de vitaminais C, como acerola, goiaba, laranja, caju, limão e outros.

Todos esses cuidados ajudarão você a manter a saúde e o ganho de peso dentro de limites saudáveis. Pratique alguma atividade física e evite as bebidas alcoólicas e o fumo.

Além desses cuidados, é recomendável durante a gestação e até o 3º mês após o parto o uso de sulfato ferroso. Fale com seu obstetra.

É recomendável tomar um pouco de sol durante o início da manhã ou o final da tarde, inclusive nas mamas. Lembre-se de usar boné ou chapéu e protetor solar no rosto, para evitar manchas na pele.

Evite descolorantes, tinturas de cabelo, alisantes e onduladores que contém amônia e outros componentes que podem fazer mal para o desenvolvimento do bebê.

Caminhadas ajudam a melhorar a circulação do sangue, aumentam a disposição e a sensação de bem-estar. Se não houver contra indicação, deve ser mantida do início ao fim da gravidez.

Exercite a respiração: respire lenta e profundamente, várias vezes ao dia. Isso pode ajudar em momentos de desconforto e na hora do parto.

Procure dormir 8 horas por noite.

Repouse alguns minutos durante o dia.

Eleve as pernas quando estiver sentada ou deitada.

Caso tenha muito sono procure repousar mais.

Deite-se preferencialmente do lado esquerdo, com um travesseiro entre as pernas. Esta posição facilita a passagem de oxigênio para o bebê.

Quanto ao seu desejo sexual: desejo e disposição sexual podem mudar na gravidez. Há mulheres que têm menos vontade e outras que têm mais vontade do que antes. Isso pode acontecer para o homem também. Ter relações sexuais não machuca o bebê, é saudável e pode dar muito prazer. Converse com seu parceiro sobre isso. Evite posição que cause desconforto. Durante o orgasmo é comum a barriga ficar dura, não se preocupe. Se sentir desejo, relações sexuais até o momento do parto podem facilitar o nascimento do bebê.

Se notar presença de sangramento ou saída de líquido diferente, evite atividade sexual e procure um obstetra.